Talvez você tenha em mente mais de uma opção de franquia para investir e começar a empreender. Antes de escolher entre as diversas opções, é preciso entender seu funcionamento, critérios e pesquisar bastante para encontrar a marca mais adequada ao seu perfil, para, então, poder fazer uma decisão acertada.

Antes de tudo, você precisa entender os detalhes da relação entre franqueado e franqueador, afinal, cada parte tem seus deveres. De modo simplificado, o franqueador é o responsável pelo fornecimento de todo o know-how para que o novo empreendedor possa gerenciar o negócio com a assistência necessária. Já o franqueado deve cuidar da gestão e operação de sua unidade, seguindo o modelo de negócio estabelecido pela rede franqueadora.

Isso quer dizer que você terá bastante amparo para conduzir seu negócio e o desafio inicial é descobrir qual a marca mais indicada para você entre os tipos de franquias. Quer saber o que é preciso para tomar essa decisão e acertar? Continue a leitura!

1. Estude o segmento e os tipos de franquia

Primeiramente, entenda qual é o seu perfil de empreendedor e qual segmento é o mais interessante para você. Escolha um segmento com o qual você sinta uma conexão e que possa se ver trabalhando com isso no futuro.

Entre os tipos de franquias disponíveis, podemos citar empresas de alimentação, moda, cursos técnicos e escolas de idiomas - uma das áreas que mais têm se destacado atualmente. Seja qual for a sua decisão, é fundamental que você se identifique com a que escolher.


2. Estude o modelo de negócios da franqueadora

Depois de conhecer o segmento em que você quer investir, é importante conhecer o modo de operação da franquia. Antes de assinar o contrato, você precisa saber como a franquia funciona, o que será esperado de você e como a franqueadora irá te ajudar.

Procure saber quais treinamentos e assistência a franquia oferece ao franqueado, qual são as regras a serem seguidas, qual a equipe é necessária inicialmente para a gestão da empresa, quais são as taxas, etc. 

Avaliar cada item da proposta da franquia é fundamental para determinar se ela tem a ver com seu perfil, tanto pessoal quanto profissional.

3. Evite agir com impulsividade

Um grande erro que muitos empreendedores cometem na hora de escolher entre os tipos de franquia é agir com pressa e impulsividade para tomar decisões importantes.

Tome seu tempo para preencher a ficha de pré-qualificação. Por mais que ela seja extensa, é importante que você preste atenção nos detalhes para evitar futuras dores de cabeça. 

O documento demonstra o cuidado da marca em pensar a longo prazo e permite que você se planeje.

Para concluir, o conselho mais inteligente que podemos dar é que, independentemente do tipo de franquia escolhida, você deve se identificar com o segmento no qual pretende atuar. Você consegue se imaginar trabalhando com isso a longo prazo, sentindo-se realizado? É um passo dado ao caminho certo!

Quer continuar aprendendo sobre o vasto universo das franquias? Acompanhe o nosso blog para conferir as melhores novidades do setor!