Ter o próprio negócio é um dos sonhos de muitas pessoas, mas, para tanto, é necessário mais do que ter dinheiro na conta e força de vontade. Entender sobre liderança é fundamental: afinal de contas, você precisará de uma equipe para apoiá-lo e ajudá-lo a alcançar as metas da empresa. Mesmo com uma equipe pequena, é muito importante que o gestor tenha o papel de líder. 

E para isso, você pode, e deve, aprender mais sobre o assunto. Para auxiliá-lo, listamos abaixo alguns tipos de liderança que você encontra. Com certeza, há um estilo que se encaixa mais no seu perfil e também no seu negócio.

O que é liderança?

Antes de mais nada, você precisa entender o que é liderança. De acordo com a SBCoaching, um líder, além de comandar, incentiva as pessoas que estão ao seu redor e trabalha para que todos se empenhem em alcançar um objetivo em comum.

O papel de um líder é de extrema importância dentro da organização. Ele é o responsável por manter a harmonia e a boa comunicação entre o grupo, além de organizar metas e prazos (um bom líder faz com que todos participem dessa organização), inspira e motiva a todos, entre outros. Logo, o líder nem sempre é o gerente ou o proprietário do estabelecimento mas, sim, aquela pessoa em quem os colegas se inspiram e admiram.

Quais são os estilos de liderança?

Os líderes não precisam atuar de uma única forma. Isso depende da cultura da empresa, do tipo de organização e dos valores da marca. Consequentemente, existem vários estilos de liderança. Os três principais foram estabelecidos por White e Lippitt, através de um estudo feito em 1939. Veja só: 

Autocrática

É um tipo de liderança que quase não é mais usado e faz parte das empresas mais tradicionais. Todas as decisões estão centralizadas nas mãos do líder e ele possui uma postura autoritária em relação à equipe. 

A sua palavra é a única que precisa ser levada em consideração. Assim, a equipe quase não contribui com ideias e sugestões - e, quando isso acontece, o mais provável é que não sejam aceitas se forem contrárias às do líder, ainda que sejam melhores.

Apesar de parecer um tipo de liderança muito antiquado, a autocrática reserva algumas vantagens, como: 

  • Rapidez na tomada de decisões; 

  • Os colaboradores tendem a ser mais produtivos (trabalham sob pressão);

  • Há mais controle dos processos, reduzindo erros e retrabalhos. 

Democrática

É justamente o contrário da autocrática. O líder está sempre aberto à sugestões e ideias dos membros - inclusive, essa é uma atitude altamente incentivada. 

No estilo democrático, o gestor está sempre preocupado com o bem-estar da equipe, tentando criar um ambiente inspirador e motivador. A comunicação é aberta e há mais interação entre o líder e a equipe

As principais vantagens da liderança democrática é que os funcionários se sentem valorizados, o que costuma aumentar a responsabilidade e comprometimento da equipe. Existe, porém, o risco de deixar os processos de decisão um pouco mais lento, por conta da abertura ao diálogo.

Estilo liberal

Nesse caso, o líder entende que a equipe já está em um nível de maturidade mais elevado e, por isso, ele não é tão necessário. Logo, deixa o grupo mais à vontade para tomar as próprias decisões - isso significa que existe um elevado nível de confiança. Por isso, os membros da equipe sentem-se valorizados e significativos para o crescimento da empresa. 

Mas isso não significa que o líder seja omisso: ele ainda é fonte de inspiração e motivação para todos da equipe. Além disso, é responsável por delegar tarefas e organizar a empresa como um todo.

Por mais que seja parecido com o democrático, existe uma grande diferença entre os dois estilos. Enquanto o democrático permite a abertura para o diálogo, é o líder que realmente toma as decisões. Já o liberal permite que a equipe tome as próprias decisões.

-

Agora que você já sabe os principais tipos de liderança, que tal conferir qual é o seu perfil de empreendedor? Descubra aqui!